PORANGA: JUSTIÇA CONDENA A 36 ANOS DUPLA QUE ASSASSINOU DEFICIENTE VISUAL.

Junior do Valdenor.

Aconteceu na segunda feira 06/03/2017, no fórum da comarca de Poranga, um dos julgamentos mais esperados pela sociedade.
No banco dos Réus estavam dois elementos acusados de serem autores de um dos crimes mais bárbaro ocorrido nos últimos anos em Poranga.
Os Réus: 
1° Francisco Junior Lima de Andrade, vulgo Junior do Valdenor, 26 anos, residente no Bairro Jardim das Oliveiras - Poranga.

2° Armando Marques da Silva Filho, vulgo Xororó, 19 anos, residente na cidade de Poranga.

No final do julgamento os dois homens juntos  foram condenados a uma pena de 36 anos.  Sendo junior do Valdenor condenado a 19 anos e Xororó condenado a uma pena de 17 anos.

Os dois foram autores de um homicídio praticado a pauladas no dia 16 de janeiro de 2015 no Bairro Jericó em Poranga, onde a vítima foi o deficiente visual  ( cego) Honorato Tomaz de Aquino Neto, filho de Cícero Gomes de Aquino e Isabel Vieira Gomes, nascido aos 25/11/1981, casado, residia na Avenida Dr Hepitacio de Pinho - Poranga.

Após o resultado final do julgamento os dois condenados foram encaminhados de volta a cadeia.
Xororó.

Compartilhe

Veja também

Próximo
« Prev Post
Previous
Next Post »