IPAPORANGA:. PERITO DO IML CONFIRMA ESTUPRO CONTRA CRIANÇA DE 10 ANOS.

Acusado.

O perito do IML de Tauá, confirmou através de exame que realmente houve o estupro contra uma criança de 10 anos, na manhã desta terça feira 06/06/2017, na cidade de Ipaporanga, onde o acusado é um preso do regime semi-aberto da cadeia pública de Ipaporanga, o qual se encontra foragido.


Entenda o caso:. Na manhã desta terça feira 06/06, o elemento Gilmar Alves Lima, após sair da cadeia ( já que se encontrava no regime semi-aberto), foi até a casa de sua madrinha e lá aproveitando que os pais da criança não se encontravam em casa, e que a criança estava na companhia de sua avó, o elemento aproveitando que já conhecia a família, pediu para a criança pegar pra ele um perfume, a criança foi até a casa dos pais e ao entrar dentro de casa o elemento trancou a porta, pegou uma faca colou no pescoço da vítima e pediu dinheiro alegando que a criança sabia onde seus pais guardava o dinheiro.
A criança sob a mira de uma faca pegou R$20,00 reais que estava na geladeira e deu para Gilmar que em seguida tirou a roupa da criança e praticou o estupro.
A vó dá criança achando que a criança estava demorando resolveu ir na casa da criança, quando viu a porta fechada, sendo preciso com ajuda de vizinhos quebrarem a porta da casa e resgatar a vítima.
Quando a Gilmar o mesmo conseguiu fugir correndo para dentro de um matagal.
Inicialmente a família pensava que tivesse acontecido apenas a tentativa de estupro, porém após o exame foi constatado o rompimento do imen ( houve a relação) infelizmente o estupro foi consumado.

Quem é Gilmar:.  Gilmar é filho do casal Nem e Tião, reside no Distrito de Assis - Crateús.
Gilmar a alguns anos atrás foi preso pela primeira vez acusado de estuprar e sequestrar sua própria​ prima ( na época menor de idade) foto ocorrido no distrito de Asis.  Na época Gilmar foi preso e autuado em flagrante chegou a passar alguns anos no presídio de Crateús, porém depois o seu advogado conseguiu sua transferência para a cadeia de Ipaporanga.
Neste mesmo período Gilmar foi julgado e condenado a uma pena de 10 anos de cadeia.
Gilmar chegou a ganhar o direito de responder a sua pena em regime semi-aberto, onde passava o dia em liberdade e a noite se recolhia na cadeia de Ipaporanga.
Nesta terça feira (06/06) Gilmar saiu normalmente da cadeia como fazia todos os dias desde quando ganhou o direito de responder no regime semiaberto, porém quando menos se esperava o elemento aproveitando da ocasião para fazer mais uma vítima.
O maníaco continua foragido e políciais militares comandados pelo Sargento Bonfim se encontram em diligências em busca de prender o indivíduo.
O clima de revolta é muito grande na pacata cidade de Ipaporanga onde a criança reside.
Populares indignados pedem a todo instante justiça para Gilmar.

Compartilhe

Veja também

Próximo
« Prev Post
Previous
Next Post »