TAMBORIL: PM PRENDE AGRICUTOR E COMERCIANTE ACUSADOS DE SEQUESTRO E CÁRCERE PRIVADO E APROPRIAÇÃO DE PROVENTOS DE IDOSO.


Políciais militares tendo a frente o Sargento Glaubio Campos e soldados Silva, D Campos e J Neto , prenderam na manhã desta terça feira 27/06/2017, no Centro de Tamboril, mais precisamente em frente a Loja Macavi, as seguintes pessoas: 

1° Acusado:.  Antonio Cavalcante Melo , vulgo Caboré,  filho de  luís Melo de Sousa e Francisca cavalcante Melo , nascido em 06/01/68, agricultor , solteiro , natural de Tamboril, residente na Rua Manoel Veras Sampaio,  Bairro Pedrinhas, Tamboril, o qual foi  enquadrado no ART . 148 do código penal (sequestro e cárcere privado) e no ART. 98 da lei 10.741 do estatuto do idoso.

2° Acusado : Maria da Conceição Rodrigues,  filha de Josué Linhares de França e Francisca Martins filho,  comerciante, solteira, natural de Tamboril, residente na Rua Franklin Cavalcante, Bairro Monte Azul, Tamboril, a qual 
Foi enquadrada no ART. 102 da lei 10741 do estatuto do idoso( apropriação de proventos de idoso). 

As vítimas foram o casal de idosos :

1° Vitima : Luís Melo de Sousa , filho de João Teodósio de Melo e Maria Martins de Sousa , natural de Tamboril , aposentado , casado , nascido em 28/08/1928, residente na Rua Manoel Veras Sampaio,  Bairro Pedrinhas,  Tamboril.

2° Vitima : Francisca Cavalcante Melo , filha de Ursula Rebouças de Albuquerque e Venâncio Teodoro de Melo , natural de tamboril , aposentada , casada ,nascida em 02/02/1939,  residente na Rua Manoel Veras Sampaio,  Bairro Pedrinhas,  Tamboril. 

Segundo informações foi tomado conhecido que o acusado 1 (António cavalcante Melo ) estava mantendo seus pais trancados em casa a cerca de 4 dias e sem mantimentos , o acusado foi preso próximo a Macavi e sendo indagado sobre o cartão de aposento dos idosos o mesmo respondeu que estava de posse da acusada 2( Maria da Conceição Rodrigues ) que foi localizada em sua residência e confirmou que estava de posse de um cartão e que havia efetuado um saque ,as partes foram conduzidas a delegacia de polícia civil em  Tamboril onde foram apresentados ao Delegado Dr Augusto.
Vale salientar que o acusado Caboré após o flagrante foi mandado para a cadeia pública .
Já a acusada no caso a comerciante Conceição, foi arbitrado a fiança no valor de 7 salários mínimos, a mulher pagou e foi liberada vai responder processo em liberdade.

Compartilhe

Veja também

Próximo
« Prev Post
Previous
Next Post »